2016: o ano da corrida?

0
12

Parque da Jaqueira. 4 de janeiro de 2016. Primeira segunda-feira do ano. O que eu encontro?

Um parque literalmente lotado de pessoas praticando atividade física. Principalmente na pista de corrida/caminhada.

Consciência pesada das festividades de fim de ano, projeto carnaval, promessas de cuidar da saúde… independente do motivo, todos estavam lá, naquela segunda feira sofrida, popularmente chamada de “Dia Internacional do Começo – ou Recomeço!”.

Qual será o motivo dessa procura pela corrida?

Posso listar alguns:

– Estudos recentes mostrando que o sedentarismo chega a ser pior do que a obesidade. Ou seja, praticar alguma atividade vai trazer milhares de benefícios para a  sua vida.

– Custo muito baixo e facilidade na prática desse exercício. Basta um tênis e você pode correr em qualquer lugar!

-Benefício estético, pois auxilia na perda de peso.

Desde 2008 temos várias pesquisas mostrando o crescimento no número de adeptos dessa modalidade. No Brasil, a corrida já é o esporte mais praticado pelas mulheres. Entre homens o futebol ainda prevalece, porém o crescimento da corrida é notório. A quantidade de eventos de corridas aumentou mais de 100%. Em Pernambuco, nos últimos meses de 2015, foram realizadas mais corridas do que todo o ano de 2010!

Além dos motivos citados, o diferencial para o sucesso da corrida é o fator motivacional e social!

Os ganhos de condicionamento e evolução podem ser vistos com poucos treinos. Se você não conseguia correr 300m, em poucas semanas já consegue. Quando corria por 30min terminava exausto, depois de alguns treinos termina querendo correr mais.

E aquela sensação de terminar uma prova que achava que não conseguiria? Indescritível! Isso motiva e estimula novos desafios!

E o social? Amigos, colegas de trabalho, parentes… Você sempre encontra alguém, nem que seja pra bater um papo ou comer uma fruta depois do treino. Com isso, o número de assessorias de corrida só aumenta! Assim fica mais fácil a prática com orientação, sem perder o momento de lazer e socialização com outras pessoas!

“A corrida é um esporte individual, mas está longe de ser uma prática solitária!”

Texto por Rafael Vasconcelos
Educador físico (formado na UPE)  e professor da Corpore Sano Running há 5 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here